quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Queridinhos de 2015



2015 está chegando ao fim e, como em todo final de ano, nós ficamos remoendo tudo que já foi. E no meio dessas "remoeções" escolhi os melhores livros que li esse ano - os queridinhos de 2015 são: 

1- Proibido da Tabitha Suzuma:


Esse livro é desses que virou querido para vida. Acho que são poucos os que realmente me fizeram questionar certas verdades e tabus que eu NUNCA pensaria em questionar. Nunca chorei tanto com um livro, nunca senti tanta vontade de mudar o final de um livro. E depois de 30 minuto de lágrimas, ainda fiquei me perguntando "será que eu considero mesmo justa qualquer forma de amor?"  Você pode ler a resenha desse livro aqui.

2- Como Eu Era Antes de Você da Jojo Moyes:


Acho que esse ano eu me apaixonei por muitos personagens, mas Lou é de uma doçura sem igual. E o jeito que ela cresce no decorrer da história é impressionante. Me atrevo a dizer que é o melhor livro da Jojo e não é a toa que vai virar filme ( que tem previsão de lançamento pra março de 2016). Você pode ler a resenha desse livro aqui.

3- Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres de Clarice Lispector:


Teve livro para questionar tabu e teve Clarice para fazer questionar a alma. Sou apaixonada pelas palavras dessa mulher: tudo que ela escreve é poesia  em forma de prosa, é alma e vida ao invés de coesão e coerência. Foi o livro que eu mais demorei para ler (6 semanas), mas vale a pena. 

4- O Menino do Pijama Listrado de John Boyne:


Crianças inocentes sofrendo por causa da ganância de um pseudo humano que aterrorizou o mundo. A segunda guerra ainda causa medo e polêmica e eu acho a forma que o autor aborda o tema tão real - do jeito que uma criança encararia as coisas terríveis que aconteceram, sem entender nada. O Menino do Pijama Listrado deveria ser leitura obrigatória nas aulas de história do mundo todo! 

5- O Espadachim de Carvão do Affonso Solano:


Se você quer um livro para desafiar a sua imaginação e colocar seu cérebro a toda para conseguir ligar as descrições das espécies de Kurgala com o mais próximo do que o autor fala. A narrativa é incrível, as personagens cativantes e a única coisa que falta nesse livro são mais páginas - ainda bem que tem continuação!  

Eu poderia ter colocado mais uns mil livros nesse post, mas para ele não ficar muito grande vamos parar por aqui. Me conta ali nos comentários quais foram as melhores leituras de vocês em 2015 :) 

Ps: os livros não estão em ordem de preferencia. Não sou uma pessoa racional que consegue escolher só um preferido. 

Como esse é o último post do ano (99% de certeza), queria aproveitar para desejar um ano novo maravilhoso pra cada um de vocês! Que 2016 traga muito tempo para as leituras atrasadas e, mais importante, muita paz, saúde e amor. Muito mais amor. Obrigada a você que está lendo e leu o blog esse ano (e que segue no instagram também).